Últimas

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

DO MAR PARA A DECORAÇÃO DE INTERIORES

 Tudo à base de materiais reciclados e reutilizáveis é o mote da nova coleção do designer holandês Nienke Hoogvliet. O objetivo é proteger o ambiente marítimo e promover a sustentabilidade do planeta.

O projeto Mar Me foi elaborado após várias pesquisas sobre como as algas podem contribuir para uma indústria têxtil mais sustentável. A equipa criou um tapete feito com fios de algas atados, manualmente, a uma rede de pesca velha chamando a atenção para o uso de materiais pouco comuns e provando que é possível aproveitar a matéria-prima lindíssima que o mar nos oferece criando assim uma alternativa aos plásticos e até mesmo ao fio de algodão. Durante as suas pesquisas Nienke Hoogvliet descobriu que as algas crescem mais depressa que o algodão, o que será uma mais valia para a futura produção com este tipo de material.
Na continuação deste projeto foi também criado um banco no qual o assento é feito com o reaproveitamento da pele de peixe de salmão. O designer adquiriu peles de peixe residuais em peixarias, descobriu um método de as curtir sem recorrer a produtos químicos e transformou-as num couro agradável e bonito criando assim o ME Re-mar. Este processo de curtição pode ser produzido em larga escala, o que poderá criar uma opção mais viável para a indústria.
No seu livro, Nienke partilha este novo processo de transformação da pele de peixe em “couro de peixe” na esperança de que outros designers e criadores se sintam inspirados e comecem a usar este método.