Últimas

sexta-feira, 26 de maio de 2017

TIAGO SÁ DA COSTA APRESENTA CURCUBITAS NA BIENAL DE VENEZA



O designer português Tiago Sá da Costa, mostra pela primeira vez a linha de candeeiros “Curcubitas” na Bienal Veneza, que decorre até 26 de Novembro de 2017, no Palazzo Michiel, em Itália.

Com estas  peças o designer explora novas formas de trabalhar a cortiça, procurando criar jogos de luz/sombra e cheios/vazios. Os Curcubitas ganham forma através da cortiça da Amorim Cork Composites e existem na sua cor natural ou em cortiça tingida  no exterior com tons que fazem lembrar a terra: o vermelho, o amarelo, o castanho e o preto.

Para alcançar este formato esférico, Tiago Sá da Costa cortou, dobrou e desdobrou folhas de cortiça aglomerada em formas tridimensionais. Duas metades de cortiça dobram e encaixam em torno de um núcleo de luz, criando a impressão de uma casca mais dura com um núcleo macio e quente que brilha a partir do interior.




Nas palavras do designer : “A cortiça é um ótimo material para o design, não só por ser extremamente sustentável e ecológico, mas também pelas suas propriedades plásticas. O seu toque e a sua dureza são extremamente agradáveis e, para muitas pessoas menos familiarizadas com a cortiça, é algo enigmático, mas apelativo. É um material que dá para trabalhar de diversas maneiras. Eu, particularmente, gosto muito da sua relação com a luz e da forma como esta deflete e reflete na cortiça, criando uma ambiência quente e acolhedora.”



Atualmente, Tiago Sá da Costa tem o Estúdio TSC sediado em Den Bosch, na Holanda. O seu trabalho debruça-se, essencialmente, sobre o design ecológico, sendo a cortiça a sua matéria-prima de eleição.