Últimas

Participantes

Participar

Sponsors

O que Dizem de Nós

Últimas

quarta-feira, 17 de maio de 2017

OS MUNDOS DE ANNA E JOANA JUNTAM-SE NA PLAYROOM


Anna Westerlund, criadora da Anna Westerlund Ceramics, e Joana Soares, mentora da marca e do blogue homónimo Violeta Cor de Rosa, há muito que dão cartas nas suas respectivas áreas de trabalho.



Decidem, agora, unir os seus universos criativos e fazem nascer o espaço Playroom, que a partir do próximo dia 19 de Maio pode ser visitado na LX Factory.

Além das peças da Anna Westerlund Ceramics e da Violeta Cor de rosa, a Playroom vai apresentar e comercializar peças exclusivas e edições limitadas feitas especificamente para este novo espaço.



A Playroom está aberta ao público de quarta a sexta-feira, das 12h30 às 14h30, e no primeiro sábado de cada mês, entre as 12h30 e as 18h30.

Quando a criatividade é o que une duas pessoas apaixonadas pelo que fazem, o resultado só pode ser "o melhor dos dois mundos".

Fica a dica para uma visita.


sexta-feira, 12 de maio de 2017

MARIA CASTEL-BRANCO MOSTRA “THE CLAY PARADE” NA PURA CAL



A ceramista Maria Castel-Branco vai ter patente, entre os dias 24 de maio e 24 de Julho de 2017, a exposição “The Clay Parade” na Pura Cal – Atelier, Store & Gallery, na Lx Factory, em Lisboa.

A exposição mostra um núcleo de peças inspiradas nos tons do barro e da Terra e no próprio repositório de influências familiares contrastantes da designer, que cruzam um universo miliar, disciplinar e comum com um mundo mais livre, criativo das artes plásticas.

Na sinopse de “The Clay Parade” pode ler-se: “ Quantos tons de barro? Os mesmos da pele? Os mesmo que nos diferenciam, mas nos aproximam? (..) Todos únicos na nossa essência e no nosso ser, embora todos parte de um exército exuberante, eclético e pleno de possibilidades felizes. Da Terra, o barro, a flor, a Vida”. Fica a questão para ser desvendada pelo visitante.

“The Clay Parade” é uma exposição de entrada livre e pode ser visitada de terça a sábado, das 11h00 às 20h00 e domingos, entre as 12h00 e as 20h00.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

NOVA COLECCÇÃO DA ARTEMIDE ALIA TÉCNICA E POESIA


A linha é o instrumento base do desenho, mas quando esta se transforma num elemento tridimensional, torna-se bastante mais atrativa e interessante.

É o caso desta nova linha de candeeiros Yanzi desenhada pela dupla Neri&Hu, que contempla um candeeiro de mesa, uma lâmpada de chão e três suspensões.

Leves, elegantes, sofisticados, tecnologicamente avançados e esteticamente muito interessantes, estes Yanzi são um equilíbrio entre os muito modernistas mobiles e uma nova forma de fazer flutuar luz no espaço, tal como os pássaros parecem flutuar nos cabos de electricidade de muitas paisagens urbanas.















sexta-feira, 28 de abril de 2017

KRUELLA D´ENFER INAUGURA EXPOSIÇÃO NO ESPAÇO ARTROOM



A artista visual e ilustradora portuguesa Kruella d’Enfer tem patente, entre os dias 4 e 7 de Maio, a exposição “Existence Without Form”, no Espaço Artroom, no Príncipe Real.

Em “Existence Without Form”, Kruella explora a sua autodescoberta espiritual, confrontando-se no seu percurso com o seu “eu” mais íntimo, num processo de largar as convenções e tradições impregnadas na sua pessoa.

A mostra é constituída por um núcleo de ArtWorks da artista, aos quais se juntam outros elementos visuais, textuais (da autoria de João Almeida Santos) e sonoros (de Alberto Vieira), que em conjunto, pretendem convocar o espectador para uma experiência transcendental.

Em “Existence Without Form”, Kruella explora a sua autodescoberta espiritual, confrontando-se no seu percurso com o seu “eu” mais intimo, num processo de largar as convenções e tradições impregnadas na sua pessoa.

A artista tem desenvolvido um trabalho baseado num universo visual de fantasia, no qual habitam criaturas fantásticas em recantos escuros e misteriosos, nomeadamente lobos místicos, raposas mágicas, tigres enfeitiçadores ou veados xamanistas. Tem um percurso igualmente sólido na Arte Urbana.

A exposição poderá ser visitada entre os dias 4 e 7 de Maio, entre as 14h00 às 19h00.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

IKEA LANÇA PEÇAS INSPIRADAS NA LUZ DA SUÉCIA



O IKEA acaba de reforçar uma das gamas que lhe é mais querida, a "Stockholm", com 47 peças que reúnem em si conceitos como a contemporaneidade, tradição e natureza.

Criada há 32 anos, a gama aposta agora num núcleo de peças inspiradas na luminosidade e natureza das casas suecas. Os tons protagonistas são o azul-escuro nórdico que remete para o brilho refletido na água do mar frio de uma noite de Inverno e o laranja que procura remeter para um pôr-do-sol incandescente.




Concebidas em materiais naturais e tácteis como a rota, o vidro soprado artesanalmente ou o freixo, a gama apresenta um núcleo de produtos que vão desde sofás, pufes e cadeirões, passando por mesas de centro e candeeiro até almofadas, tapetes e tecidos a metro de diferentes padrões. Destaque, ainda, para uma seleção de garrafas de mesa, Jarras, tigelas, tabuleiros e travessas, que primam também pelo detalhe.



quinta-feira, 13 de abril de 2017

MUDE DE OLHOS POSTOS NO DESIGN IBERO-AMERICANO




A partir de 22 de Abril o MUDE – Museu do Design e da Moda – dá início a um ciclo de três exposições que incidem sobre a produção e o contributo do design ibero-americano. Esta programação enquadra-se no âmbito da “Lisboa, capital ibero-americana).

As exposições vão realizar-se não no MUDE, que se encontra actualmente em remodelação, mas no Palácio dos Condes da Calheta, localizado no Jardim Botânico Tropical, em Belém.

A primeira exposição inaugura já no próximo sábado, dia 22,com o título “Novo Mundo, Visões através da Bienal Iberoamericana de Diseño. 2008-2016”. Constituída por mais de 100 designers, oriundos de 22 países esta mostra privilegia nas palavras da curadora Bárbara Coutinho o pensamento, a palavra, o projeto e a responsabilidade ética de cada designer,em detrimento do produto final. A exposição pretende "mostrar o design como verbo (como pratica e compromisso), expondo as conviccões, intenções, expectativas e metodologias defendidas pelos diferentes autores”.
Trata-se de um espaço de reflexão sobre o interculturalismo do espaço ibero-americano e o próprio processo curatorial que a construiu, na medida em que este permite debater alguns estereótipos e preconceitos que ainda persistem.


No total são 117 peças, 115 Deigners e 22 países que nos revelam o intercâmbio internacional e o multi culturalismo dos dois lados do Atlântico Sul. A mostra estará patente até 2 de Fevereiro de 2017.

As restantes exposições: “Como se Pronuncia Design em Português: Brasil Hoje”, com curadoria de Frederico Duarte, realiza-se de 15 de Julho a 8 de Outubro e “Tanto Mar. Fluxos transatlânticos pelo design”, comissariada pela dupla Bárbara Coutinho e Adélia Borges, está agendada entre 21 de Outubro de 2017 a 4 de Fevereiro de 2018.




terça-feira, 11 de abril de 2017

EDIÇÃO 2016 EM NÚMEROS



3.º EVENTO COM PARCERIA OFICIAL COM A CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

4 DIAS DE EVENTO NA PRAÇA DO COMÉRCIO (DE 22 A 25 DE SETEMBRO)

23 JOVENS MARCAS NACIONAIS DE DESIGN

29 CONTENTORES MARÍTIMOS

+ 100 ARTIGOS EM ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL NACIONAIS E INTERNACIONAIS

+ 300 MINUTOS EM TV

7.500 CATÁLOGOS DISTRIBUÍDOS

15.000 FLYERS IMPRESSOS E DISTRIBUÍDOS

122.000 NÚMERO ESTIMADO DE VISITANTES

+ 1 MILHÃO DE RETORNO DE OCS